Notícia  
Paraty é a primeira cidade do Estado a entrar na lista das Cidades Criativas da Unesco
09/11/2017 - 14h34


Apenas oito cidades brasileiras fazem parte dessa rede de cooperação

Paraty, reconhecida como Patrimônio Histórico Nacional pelo IPHAN, acaba de entrar para o seleto grupo das Cidades Criativas da Unesco. O título, concedido pela gastronomia típica, fez a cidade juntar-se a uma rede de 116 cidades de 56 países que atuam em sistema de cooperação dentro dos pilares da economia criativa.

O objetivo da rede de Cidades Criativas é promover o desenvolvimento social, econômico e cultural. Assim que entra na rede, a cidade pode partilhar experiências com os outros participantes do mundo todo e criar novas oportunidades, principalmente aquelas direcionadas ao turismo. Essa troca de experiências é uma forma de promover o desenvolvimento urbano sustentável.

Nilo Sergio Felix, secretário de estado de Turismo do Rio de Janeiro, comemora a conquista e ressalta a importância da inclusão de Paraty na lista que conta, agora, com oito cidades brasileiras.

- É importante lembrar que além de Paraty ser a primeira cidade do Estado do Rio de Janeiro a entrar nesse grupo, é também o primeiro município do interior do Brasil a conquistar essa honraria.

A Secretária Municipal de Cultura de Paraty, Cristina Maseda, disse que “o título estimula o setor gastronômico, do produtor até a mesa, possibilitando o incremento de geração de emprego e renda”.

A rede de Cidades Criativas, desenvolvida pela Unesco, foi criada em 2004 e conta com um total de 180 em 72 países. Cidades de todo o mundo podem solicitar participação em uma das sete áreas temáticas: artesanato e artes folclóricas, design, cinema, gastronomia, literatura, artes midiáticas e música. A próxima Reunião Anual acontecerá em junho de 2018, nas cidades de Cracóvia e Katowice, na Polônia.




Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados