Notícia  
Petrópolis abre calendário de feiras e exposições agropecuárias do Estado
15/02/2008 - 16h27


Com a 25ª Exposição Agropecuária de Petrópolis, a ser aberta em 29 de abril, no Parque de Exposições de Itaipava, Região Serrana, começa a temporada de feiras e exposições agropecuárias dos municípios fluminenses. O calendário do circuito foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (15/2), com a relação dos eventos que acontecerão em 2008 em todo o Estado.

Na programação estão previstos rodeios e torneios com a participação de peões de boiadeiro de vários pontos do país. Também haverá concursos e julgamentos de animais, leilões e shows de artistas famosos, que vão movimentar e animar os parques de exposições dos municípios de todas as regiões do estado.

De acordo com as estimativas da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, a feira de Petrópolis, que se estenderá até o dia 4 de maio, deverá atrair cerca de 250 mil visitantes. Embora não figure entre os grandes centros agropecuários do País, as feiras e exposições são tradicionais e muito populares na maioria dos municípios fluminenses. Além de atrair muitos turistas e revitalizar o setor, a agropecuária é uma das bases de sustentação da economia do interior.

Os principais eventos estão concentrados no mês de julho. Depois de Petrópolis, o calendário segue com a 49ª Exposição Agropecuária e Industrial do Norte Fluminense, em Campos dos Goytacazes, de 4 a 13; a 60ª Exposição Agropecuária Sul Fluminense, em Barra do Piraí, entre os dias 9 e 13 e a 56ª Exposição Agropecuária e Industrial de Cordeiro (também na Região Serrana) e 33ª Exposição Agropecuária Estadual, no período de 19 a 27. Em julho acontecem ainda as Exposições de Quissamã, São Fidélis, Macaé e Cardoso Moreira, no Norte fluminense. A programação se estenderá até novembro, com a exposição agropecuária de Quatis (Médio Paraíba), entre os dias 21 e 25.

Na avaliação do secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Christino Áureo, como importantes ambientes de negócios, as feiras e exposições agropecuárias deverão gerar, anualmente, uma receita de R$ 200 milhões.

– Em geração de oportunidades de trabalho significa muito, principalmente para os pequenos municípios. Ganham o turismo, o setor hoteleiro, o setor gastronômico, entre outros - destaca o secretário.

(Acesso ao calendário oficial de eventos agropecuários do Estado do Rio de Janeiro pelo site www.agricultura.rj.gov.br)




Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados