Notícia  
Setur-RJ e AquaRio aproximam o artesanato fluminense do turista
09/10/2017 - 12h04


Artesãos ganham espaço em um dos maiores locais de visitação do Rio

Abrir frentes de comercialização e visibilidade aos artesãos fluminenses. Essa é uma das propostas do Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, coordenado pela Secretaria de Estado de Turismo/TurisRio, que há mais de dois anos trabalha para fomentar a atividade em âmbito estadual. Desta forma, e entendendo a ligação do artesanato com o turismo, foi firmada uma parceria do Programa com o Aquário Marinho do Rio de Janeiro.

A parceria consiste na venda de peças feitas por artesãos cadastrados pela ação da Setur-RJ/TurisRio, através do Programa. Os trabalhos selecionados têm ligação com a temática da AquaRio, como esculturas de animais marinhos em pedras, de Santa Maria Madalena; bijuterias produzidas com escamas de peixe, de Cabo Frio; animais em crochê, de Cordeiro; esculturas em metal, madeira e em argila e objetos decorativos, de artesãos cariocas.

Para Nilo Sergio Felix, secretário de estado de Turismo, o artesanato tem um significado muito mais amplo quando pensamos na sua interseção com o turismo.

- Praticamente todos os viajantes, em âmbito mundial, levam do destino que visitam uma recordação. E ao comprar essas peças o turista carrega para sua cidade natal um pouquinho do local que conheceu. Nossa intenção é que esse viajante encontre em pontos turísticos, o rico artesanato do nosso Estado.

O AquaRio superou a expectativa de público em menos de um ano de funcionamento, atingindo a marca de 1 milhão de visitante em nove meses. Para Raphael Lobo, gerente comercial do aquário, essa é uma grande oportunidade tanto para os artesãos, como para a instituição.

- Ampliamos a parceria com o Governo do Estado, que sempre foi muito próximo no auxílio da promoção e divulgação do aquário. Essa é uma oportunidade de fazer um pouco mais pela sociedade civil, incentivando, através dos artesãos, o seu desenvolvimento.

O Programa de Artesanato é coordenado pela Secretaria de Estado de Turismo/TurisRio, desde junho de 2016. De acordo com dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - o artesanato envolve 8,5 milhões de pessoas, movimenta R$ 50 bilhões por ano e representa cerca de 3% do Produto Interno Bruto Nacional. São números significativos que confirmam a importância da atividade na economia brasileira.

Nea Mariozz, subsecretária adjunta de Turismo e coordenadora do Programa destacou o trabalho que vem sendo realizado.

- Esta é mais uma conquista para o artesão fluminense. Além do espaço no AquaRio, atualmente, há artesãos que expõe suas peças na loja da Paineiras -Corcovado, outro ponto turístico de grande visibilidade. Esse é um dos nossos objetivos, desenvolver a atividade artesanal como produto do setor turístico.




Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados